Produtos

Evomixan 20Mg - 1Frasco X 10Ml

Evomixan 20Mg - 1Frasco X 10Ml

Laboratório: FARMARIN INDUSTRIA E COMERCIO LTDA

R$ 350,00

R$ 200,00

Princípio Ativo: Cloridrato de Mitoxantrona

Apresentação: solução injetável 1 frasco 10ml

 

Descrição


1. O que é Evomixan?


Evomixan é o mitoxantrona, um antineoplásico sintético para uso exclusivo em hospitais ou ambulatórios especializados, devendo ser manipulado por pessoal devidamente treinado. É um sólido higroscópico azul-escuro a ser diluído emsolução aquosa estéril. Seu mecanismo de ação ainda não foi totalmente determinado, mas sabe-se que tem indiscutíveis efeitos citocidas. Tem um clearance plasmático rápido e uma longa meia-vida de eliminação. A principal via de eliminação é biliar. A eliminação da fração urinária é feita lentamente.
2. Quando o médico prescreve Evomixan (mitoxantrona)?
As principais indicações de mitoxantrona, sozinha ou em combinação com outros quimioterápicos, são: carcinoma da mama, inclusive os avançados e metastáticos, leucemias mieloides agudas e linfomas não-Hodgkin.
3. Quais as principais contraindicações de Evomixan (mitoxantrona)?
As principais contraindicações do uso de mitoxantrona são: alterações cardíacas, incluindo insuficiência cardíaca congestiva, disfunção hepática ou renal graves, mielodepressões pré-existentes e discrasias sanguíneas.
4. Como o médico prescreve Evomixan (mitoxantrona)?
Siga corretamente o modo de usar e as doses de Evomixan (mitoxantrona) recomendadas pelo médico, só ele pode saber o que é mais conveniente para cada quadro clínico e para cada paciente. Alguns remédios deixam de fazer efeito por serem tomados de maneira errada ou em doses abaixo do necessário, outros têm efeitos colaterais graves em virtude de doses muito altas. Em se tratando de uma medicação antineoplásica e de uso especializado isto se torna ainda mais importante.
5. Quais os efeitos colaterais mais comuns de Evomixan (mitoxantrona)?
Os efeitos colaterais mais comuns de mitoxantrona são: hipotensão, flebite ou necrose no local da injeção (rara), depressão com hipoplasia medular, estomatite, insuficiência cardíaca congestiva, taquicardia, dor no peito e diminuição da ejeção do ventrículo esquerdo. Estes ou quaisquer outros efeitos colaterais que por ventura possam surgir devem ser prontamente comunicados ao médico.
6. Quais observações e cuidados especiais devem ser mantidos no uso de Evomixan (mitoxantrona)?
Durante um a dois dias após a administração de mitoxantrona pode ocorrer uma coloração verde-azulada na urina.
O uso de mitoxantrona deve ser acompanhado com monitoração frequente dos parâmetros clínicos e laboratoriais.
Antes de administrar mitoxantrona devem ser pesquisadas eventuais infecções sistêmicas.
Ainda não se sabe se a mitoxantrona é excretada no leite materno e por isso a amamentação deve ser interrompida antes do início do tratamento.
A mitoxantrona não atravessa com facilidade a barreira hematoencefálica e sua distribuição para os testículos é mínima.
Ainda não existem estudos confiáveis em mulheres grávidas, mas sabe-se que a mitoxantrona pode causar danos ao feto. Mulheres em idade fértil devem ser aconselhadas a não engravidar e a adotar métodos anticonceptivos seguros.
 
7. Quando Evomixan (mitoxantrona) não é indicado?
Evomixan (mitoxantrona) não deve ser tomado por pessoas que tenham hipersensibilidade conhecida à mitoxantrona .
Os pacientes com depressão prévia da medula, resultante de terapia anterior com a droga, não devem continuar a receber mitoxantrona, a menos que o benefício esperado seja superior ao risco previsto.